Projetos em Andamento

 

As atividades arquivísticas iniciaram-se em abril de 2016 após solicitação de visita técnica pelo Memorando nº 14/2013. O acervo é constituído por 85,81 metros lineares de documentação, além de 688 documentos em meio eletrônico que serão tratados em novo projeto. Tem previsão de eliminação sumária de 2,43 metros lineares de documentos.

   

 

 

As atividades arquivísticas iniciaram-se na EEFD em março de 2016, atendendo à solicitação de visita técnica do Memorando nº 031/2012. Possui um acervo de 497,23 metros lineares de documentos, sendo que 24,38 metros lineares foram eliminados por meio das Listagens de Eliminação de Documentos nº 01/2018 e 02/2018, aprovadas pelo Arquivo Nacional.

   

 

 

As atividades arquivísticas iniciaram-se em 2017. Um dos objetivos do projeto é a criação de uma Política de Arquivo para a Casa da Ciência, bem como, a aplicação de ações arquivísticas para tratamento de seu acervo, que compreende documentos administrativos e relacionados a sua atividade-fim (exposições, programas culturais, educativos, etc.). Conta com 77,1 metros lineares de documentos em tratamento.

   

 

 

As atividades arquivísticas iniciaram-se no primeiro semestre de 2017, após solicitação da unidade. Possui 687,62 metros lineares de documentação, dos quais, a princípio, 5 m tem previsão de eliminação. O IPUB conta com 40% de seu acervo identificado e 20% classificado de acordo com o código de classificação de documentos.

   

 

 

No ano de 2012, em atendimento à solicitação do Ministério da Educação (MEC), foi transferido para a UFRJ o acervo da extinta FAHUPE. As atividades arquivísticas iniciaram-se em 2015 pela necessidade de atender às solicitações de ex-alunos da Instituição em busca de seus registros acadêmicos. O acervo possui 173 dossiês de alunos, além de 98 trabalhos monográficos. A previsão do término do projeto é o mês de agosto de 2019.

 

As atividades arquivísticas iniciaram-se em 2016. Difere dos demais projetos desenvolvidos pela SPROJ, tendo em vista que, em atendimento à Portaria Normativa/SEGRT nº 4, de 2016, do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP), concentra-se na organização física dos assentamentos funcionais, visando sua digitalização e inserção em sistema específico. Possui 434,83 metros lineares de documentação em tratamento.

   

 

 

 

UFRJ Sistema de arquivos da UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ